Alimentação

A agitação e a mudança na rotina, durante o processo de embarque, faz com que seu pet fique alerta e estressado o que pode levar a alteração de comportamento e a perda de apetite. Por isso é muito importante que, durante esse período, você observe bem seu amiguinho e, se possível, lhe dispense mais atenção. Na véspera do embarque alimente-o normalmente, reforçando (em quantidade ou números de vezes) a sua alimentação, pois no dia da viagem essa deverá ser reduzida pela metade para evitar mal estar. Leve-o para passear, para que quando ele entrar na caixa esteja tranquilo. Esse simples procedimento diminuiu muito o estresse.

Existem cães que rejeitam a comida, outros vomitam quando são colocados nas caixas de transporte e há os que defecam. Por esses motivos, a dosagem alimentar é extremamente importante.

Você poderá dar alguns petiscos para ele se distrair, não há problemas.

Água é fundamental! Uma certa quantidade deve acompanhar seu pet durante toda a viagem, evitando que ele se desidrate. Recomendamos a fixação de potes plásticos ou bebedouros, do tipo Pet Drink, na porta da caixa.

A nossa intenção é aliviar, ao máximo, o desconforto, durante o período que vai desde a colocação do seu animal na caixa para o embarque, até a sua retirada no destino final.